A agricultura natural surge nos anos 70 como resultado de 30 anos de experiências do microbiologista japonês Masanobu Fukuoka. Centra-se numa atitude oposta à da agricultura industrializada. A ideia é reduzir o controlo e a manipulação do sistema agrícola para um mínimo necessário para ter colheitas, em vez de controlar e manipular todo o sistema. Deixa trabalhar a natureza e descansa à sombra da laranjeira! Fukuoka defende práticas como a sementeira directa, a não-monda e, tal como todos os tipos de agricultura sustentável, o não-uso de agroquímicos. A agricultura natural inspira muitos agricultores e deu origem a diversas práticas sustentáveis, estando também na origem da permacultura.

Os 4 princípios de base

Não lavrar nem revolver a terra; a terra cultiva-se a si própria, naturalmente, pela penetração das raízes das plantas e pela acção dos microrganismos, dos pequenos animais e das minhocas. Não utilizar fertilizante químico nem composto preparado. Entregue a si próprio, o solo mantém naturalmente a sua fertilidade, de acordo com o ciclo ordenado da vida das plantas e dos animais. Não mondar nem mecânica nem quimicamente. As ervas daninhas desempenham um papel próprio na construção da fertilidade do solo e no equilíbrio da comunidade biológica. É um princípio fundamental controlar as ervas daninhas, mas não eliminá-las. Nenhuma dependência de produtos químicos. A Natureza, deixada só, encontra-se em perfeito equilíbrio. Os insectos nocivos e as doenças das plantas estão sempre presentes, mas na Natureza não atingem uma importância que necessite do uso de venenos químicos. A aproximação inteligente ao controlo das doenças e dos insectos consiste em fazer crescer colheitas vigorosas num ambiente são.”

Livro: A revolução de uma palha de Masanobu Fukuoka (editora via optima) – Partindo do princípio de que curar a terra e purificar o espírito humano são a mesma coisa, A Revolução de Uma Palha tem por objectivo mudar as nossas atitudes para com a Natureza, a agricultura, a alimentação e a saúde física e espiritual.